20 de julho de 2007

Brigada Victor Jara | Ceia Louca

Brigada Victor Jara
Ceia Louca

Universal Music Portugal, 2006

A tradição já não é o que era, e recomenda-se que assim seja! Senão, tomemos como exemplo o último trabalho discográfico da Brigada Victor Jara, um dos grupos mais importantes do panorama musical português e uma referência incontornável.

Passados 30 anos de recolha, preservação e divulgação do património etnomusicológico de norte a sul de Portugal, patente numa vasta discografia, o tão aguardado Ceia Louca apresenta-se como um amadurecimento na estética musical do grupo, com um toque de modernidade e sofisticação, ao mesmo tempo que faz ressoar as batidas percutivas da tradição, como um latejar vital da cultura dum povo.

Diversidade é a palavra que melhor define este banquete servido tanto à beira-mar, como no interior dos vales e das montanhas, levando-nos a imaginar trilhos antigos ou ritos esquecidos no imaginário popular. De facto, a Brigada Victor Jara propõe-nos uma viagem musical ao resgatar temas tradicionais de vários pontos geográficos: desde as ilhas da Madeira e dos Açores, até Trás-os-Montes, passando pelas terras do Algarve e das Beiras. Esta linha da tradição só é rompida pelo único tema original e instrumental do disco: Arruada. A diversidade sonora, contrabalançando tempos e ritmos, acordes e melodias, também se faz sentir nas colaborações vocais de distintos músicos portugueses, provenientes de diferentes estilos musicais, nomeadamente o rock, o pop, o fado e a música popular. Por isso, não estranhem ouvir a voz rasgada de Jorge Palma a cantar uma Chamarrita Zaragateira açoreana, ou a doçura fadista de Cristina Branco em tom de Embalo madeirense, para não falar da imensidade vocal de Catarina Moura, intérprete do grupo e membro do projecto feminino Segue-me a capella, que, por sua vez, também colabora em Cantiga Bailada.

O manjar não podia estar melhor preparado, deixando-nos cair, loucamente, no pecado da gula de querer mais...

© Sara Louraço Vidal, 2007 | Sons Vadíos

Alinhamento

  1. Chamarrita Zaragateira
  2. Tirióni
  3. Lenga-lenga
  4. Li-la-ré
  5. Moda do pastor
  6. Cantiga bailada
  7. Embalo
  8. A vida do caracol
  9. Meninas vamos à murta
  10. Durme
  11. Romance de D. Mariana
  12. Arruada
  13. Rosinha
Produção: Ricardo J. Dias
Gravado, misturado e masterizado por Mário Barreiros no MB Estúdios em Vila Nova de Gaia

Cantiga Bailada (participação de Segue-me à Capella)

3 comentários:

l_r_s_alves disse...

Sara,

Onde posso encontrar outras "amostras musicais" da Brigada Victor Jara?

Além do Luar na Lubre você tem algum outro trabalho musical, com outro grupo?

Desejo muito sucesso !

Luiz Robrto

Sons Vadios disse...

Olá

Realmente, é difícil encontrá-los pela net; o melhor mesmo é comprares os discos, que vale bem a pena ;)

No youtube tens estas referências:
http://www.youtube.com/watch?v=MJChGNzDANM

http://www.youtube.com/watch?v=SJ59LEIODh8

Beijinhos

Anónimo disse...

Sara,

Embora difícil, encontrei com certa facilidade o Ceia Louca completo no soulseek.

Comprar o CD, isso sim, não é tão simples, importação, impostos etc...

O disco é mesmo muito bom.

Sucesso